segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Pedaços de Memória

Eu lembro-me que estava pronto a ir.
Sabia que acima de tudo teria algo completamente diferente e que eu não poderia prever.
Tinha em mente que tudo o que me esperava era desconhecido, mais nada.
Não sabia sequer se iria ter alguma coisa que valesse a pena.

Valeu. Foi. É. Tudo o que podia acontecer de bom, aconteceu.
Foram meses de puro esforço, simplicidade, sorrisos, correria.
Foi tudo o que eu queria ter neste momento.

Porque não tenho? Porque me quero meter no desconhecido que é neste momento a minha vida.
Quero que a confiança que sinto neste momento se transforme noutro momento que quererei ter para sempre como uma memória inigualável.

E não é bom quando damos por nós a sorrir no banho porque estamos felizes com aquilo que somos, aquilo que damos ao mundo?

É bom existir e fazer parte deste mundo. Terminado.

Sem comentários:

Enviar um comentário